#serieTRINTA - Com Anderson Noise e Fabio Mergulhão


  • Qua, 28 de Fevereiro, 18:00
  • Qua, 28 de Fevereiro, 19:00
  • ICBEU - Escola de Inglês
  • Belo Horizonte, MG, Brasil

Indisponível
Colaboradores Ânima?
1° Lote
R$ 0,00
Indisponível
Alunos?
1° Lote
R$ 0,00
Indisponível
Laboratórios UNA?
1° Lote
R$ 0,00
Indisponível
Comunidade ( Público Externo )?
1° Lote
R$ 0,00
Cupom aplicado!
Cupom inválido!
  • R$ 0,00

  • Qua, 28 de Fevereiro, 18:00
  • Qua, 28 de Fevereiro, 19:00
  • ICBEU - Escola de Inglês
  • Belo Horizonte, MG, Brasil

Descrição do evento

Um projeto audiovisual que mixa a técnica da produção musical de Anderson Noise e o conteúdo visual de Fábio Mergulhão. 

 

SOBRE:

ANDERSON NOISE
A carreira do DJ e produtor de renome internacional, Anderson Noise coincide com o início da cena eletrônica brasileira, começou a tocando Acid House em 1988. Pioneiro e criativo, Noise gosta de se manter na vanguarda e está sempre buscando tendências. Anderson Noise já se apresentou em mais de 33 países, lançou 79 singles e EPs, 2 DVDs, 10 compilações em CD e 92 releases por sua gravadora Noise Music que completa 17 anos em 2016. Noise tem um programa semanal de rádio chamado Radio Noise, que soma 760 edições semanais, difundido em 25 estações de rádio em 14 países.

Noise também produziu três grandes colaborações o concerto João Carlos Martins & Anderson Noise In Concert, em companhia do pianista e maestro pop da música clássica nacional brasileira, regente da Orquestra Filarmônica Bachiana composta por 68 músicos, realizado em maio de 2009 na Sala São Paulo, em 2002 no Carnaval da Salvador com Cantora Daniela Mercury e em 2013 Anderson Noise & Jacob Bro Trio, A Banda de Jazz Dinamarquesa e o DJ mineiro se apresentaram em dois shows no Savassi Festival. Noise também já recebeu vários prêmios, foi eleito o melhor DJ por dois anos consecutivos pela DJ Mag Brasil e por três anos seu nome constou na lista Top 100 da DJ Mag UK, chegando a posto de número 26 do mundo em 2008.

Em 2001, Anderson tornou-se DJ residente da noite Headstart no club Turnmills em Londres, tocou em todas edições do festival Skol Beats e fez o encerramentos em 2003 e 2006. Em seus 25 anos de carreira, rodou 11 videoclipes e sua música "Homem-Cachorro" entrou na trilha do comentado filme "O Passado", do diretor Hector Babenco. No início de sua carreira, Noise era conhecido pelas festas que produzia nos lugares mais inusitados de Belo Horizonte. Chegou a fazer festas em frigoríficos, manicômios e prédios tombados. Bem do jeitão dele, sempre fora do convencional.

Atualmente Anderson Noise é DJ residente do D-Edge (São Paulo), no Club Deputamadre (Belo Horizonte). E também mantém os projetos Niemeier com os músicos Henrique Portugal e Lelo Zaneti da Banda Skank. E o B3B juntos com os DJs Mau Mau e Renato Cohen. 

 

FABIO MERGULHÃO

A ligação de Fabio Mergulhão com a fotografia começou aos 16 anos, quando teve os primeiros contatos com as lentes bem longe do ambiente que iria projetá-lo mais tarde como um dos mais importantes fotógrafos da cena eletrônica brasileira. A partir do trabalho em uma produtora de eventos, Fabio Mergulhão passou a fotografar nos principais clubes da noite de São Paulo. Na década de 90, cobriu festas em casas legendárias como o Clube Base, Floresta e U-Turn. 
No final da década de 90 e início dos anos 2000, se tornou o fotógrafo residente de clubes como o extinto Lov.e, que ditou tendências e foi palco para a projeção de DJs no Brasil e no exterior, além de Warung e Sirena. Durante as nove edições do Skol Beats foi o fotógrafo oficial do evento. A ligação entre fotografia e música eletrônica ficou ainda mais forte com os trabalhos desenvolvidos com DJs como Anderson Noise, Marky, Carl Cox, Fatboy Slim, entre outros. Com a foto do DJ Mau Mau em sua apresentação histórica no Skol Beats 2002 no Autódromo de Interlagos, Fabio Mergulhão emplacou a capa do livro “Todo DJ Já Sambou”, da jornalista Claudia Assef.
A parceria com o projeto Lov.e por São Paulo, criado pelo clube paulistano em parceria com a Coordenadoria Estadual da Juventude para levar música eletrônica à periferia da Capital, rendeu reconhecimento internacional com a publicação de uma foto na edição 41 da Visionaire, revista americana que ganhou fama por transformar suas edições em obras de arte. “Nunca gostei de foto posada, sempre busquei o movimento da noite”, destaca. 
Foi fotógrafo da coluna Erika Palomino, na Folha de S.Paulo, e também cobriu grandes eventos internacionais da cena, como Homelands na Inglaterra (2000), Creamfields na Argentina (2001), Sónar em Barcelona (2004) e Smirnoff Experience nas edições São Paulo (2001), Lisboa (2002), México (2002) e Venezuela (2002). Entre 2006 e 2007 foi editor de fotografia da DJ Magazine, Hoje Fabio Mergulhão é VP  de planejamento e criação da AktuellMix. As novas tecnologias aliadas à fotografia são hoje foco do trabalho que Fabio Mergulhão desenvolve. “A facilidade de compartilhar e gerar conteúdo é o que me atrai”, afirma Mergulhão.


Quando
Onde
Tags
finalizar compra
  • Maria Alice Rosa